CidadesUltimas horasVideos

Videos: Petrópolis: número de mortos após temporal passa de 30; bombeiros buscam mais vítimas

Temporal deixa rastro de destruição na cidade histórica do Rio de Janeiro

Pelo menos 34 pessoas morreram em Petrópolis, na Região Serrana do Rio de Janeiro, devido a deslizamentos e alagamentos causados pelas chuvas que atingiram a cidade na tarde dessa terça-feira (15). O número de vítimas foi divulgado pela Defesa Civil e pelo Corpo de Bombeiros do Rio, que buscam por centenas de desparecidos.

Segundo nota da Defesa Civil estadual, o Corpo de Bombeiros já foi acionado para mais de 40 atendimentos no município. Mais de 180 militares trabalham no atendimento à população. Equipes especializadas em busca e salvamento foram enviadas para reforçar o socorro, com apoio de viaturas com tração 4×4 e botes. Oito ambulâncias extras foram direcionadas para Petrópolis. Na manhã desta quarta-feira (16), dez aeronaves deverão ser deslocadas para a região.

A prefeitura decretou estado de calamidade pública. “Equipes dos hospitais foram reforçadas para o atendimento de vítimas. Além da Defesa Civil, agentes da Companhia Municipal de Desenvolvimento de Petrópolis, de Serviços, Segurança e Ordem Pública, de Obras e de demais áreas do governo seguem no suporte às 95 ocorrências registradas até o momento.”

Segundo a prefeitura, trechos inundados ou alagados por conta do volume elevado de chuva, que chegou a 260 milímetros em seis horas, começaram a ser liberados, facilitando o acesso do socorro por parte dos órgãos competentes, como Defesa Civil e Corpo de Bombeiros.

Oitenta ocorrências são de deslizamentos, a maior parte registrada nas localidades do Quitandinha, Alto da Serra, Castelânea, Centro, Coronel Veiga, Duarte da Silveira, Floresta, Caxambu e Chácara Flora. Houve alagamentos por diversos pontos da cidade – os 11 registrados pela Defesa Civil foram nas regiões do Alto da Serra, Corrêas, Centro e Mosela.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo
× Fale conosco?