BrasilEconomiaUltimas horas

Sony vende fábrica em Manaus para a Mondial

Em setembro passado, a Sony havia anunciado que deixaria o Brasil em 2021

A Mondial, fabricante brasileira de eletrodomésticos portáteis, anunciou no último domingo (6) a compra da fábrica da Sony, localizada na Zona Franca de Manaus. A troca do controle de operações da fábrica está prevista para o próximo dia 1º de fevereiro.

Conforme informações da Mondial, divulgadas no site Folha/Uol, a área de 55 mil m² e 27 mil m² de construção irá receber investimentos em diversos segmentos que permitam que o local possa ser utilizado na fabricação de novas linhas de produtos da empresa brasileira.

Com a compra, a empresa de Barueri (SP) assume todas as estruturas produtivas, laboratórios de análise, salas de testes, linhas de montagens, armazenamento, fabricação de moldes e toda a capacidade instalada pela antiga proprietária japonesa.

Em setembro passado, a Sony havia anunciado que deixaria o Brasil em 2021, o que está se concretizando com a venda de sua unidade em Manaus. No entanto, as divisões de games, soluções profissionais, cinema e música da Sony continuarão em operação no país.

A saída da Sony do Brasil

Há 48 anos no Brasil, a Sony afirmou à Folha que a saída do país está ocorrendo devido ao “recente ambiente do mercado” e que o objetivo da venda de suas instalações é fortalecer a estrutura e a sustentabilidade de seus negócios, visando uma resposta mais rápida às mudanças no ambiente externo.

Nos último anos, o grupo japonês tem perdido posições para as coreanas Samsung e LG, por não conseguir acompanhar a evolução tecnológica das duas rivais na adaptação dos seus produtos à moderna conectividade, como aparelhos de som portáteis e smart TV’s via conexão Bluetooth.

A fábrica agora fechada pela Sony produzia aparelhos de som, som automotivo, reprodutores DVD e Blu-Ray, TVs, câmeras digitais, filmadoras, sistemas de home theater, o console do Playstation 3 e projetores de vídeo.

Um fator apontado por especialistas para acelerar a decisão da Sony foi a pandemia do coronavírus que, por suspender os eventos esportivos, desacelerou a produção de televisores.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
×

Powered by WhatsApp Chat

× Fale conosco?