Belo HorizonteCidadesPandemiaUltimas horas

Santa Casa de BH troca corpos de vítimas da covid-19 e família enterra pessoa errada

O erro foi constatado na manhã desta sexta, quando familiares foram retirar um dos corpos

O serviço funerário da Santa Casa de Belo Horizonte trocou os corpos de duas vítimas da covid-19. A família de uma mulher de 63 anos enterrou nessa quinta-feira (1º) um homem de 65. Quando a família dele foi retirar o corpo na manhã desta sexta-feira constatou o erro. 

Os dois morreram na quinta-feira em um hospital de BH que tem convênio com o serviço funerário da Santa Casa. O protocolo para enterro de vítimas com covid-19 prevê que os corpos sejam envolvidos em um material plástico que faz o isolamento sanitário. Dessa forma, não há identificação visual, mas sim por meio de uma etiqueta.

Familiares de Sandra Aparecida da Costa, de 63 anos, fizeram o sepultamento no Cemitério da Saudade, na região Leste de BH, mas foram informados nesta sexta que o corpo na verdade era de outra pessoa: Lair Levindo Soares, de 65 anos. 

Lair Levindo Soares deixa a esposa, com quem foi casado por 40 anos, além de três filhos e duas netas. Um dos filhos dele, Diogo Soares, diz que o erro causou ainda mais sofrimento na família.

“Isso tudo tem causado uma dor e um sofrimento inestimáveis. Meu pai era uma pessoa muitíssimo querida por todos. É uma sensação de que a gente não pode nem encerrar esse ciclo. Muitos estavam se preparando pra vir de outros municípios, tivemos até casos de familiares que ficaram sabendo da notícia e passaram mal. É uma situação muito triste.”

A advogada Andresa Rosa Roberto, que representa a família da mulher de 63 anos, diz que o erro prolonga o sofrimento da família, que terá que fazer um novo sepultamento. “É uma dor irreparável. É uma lástima ter que passar novamente pela dor da realização de um sepultamento e ter equilíbrio emocional para enfrentar todo esse trâmite pelo erro de uma empresa.”

Por meio da nota, a Santa Casa de Belo Horizonte admite o erro e alega que a situação ocorreu porque há grande volume de serviço decorrente do aumento do número óbitos dos últimos dias, em razão do agravamento da pandemia de covid-19.

A Santa Casa diz lamentar imensamente o ocorrido e pede desculpas por todo o transtorno. A nota diz que já foram tomadas providencias de exumação e troca dos corpos e que os processos da Santa Casa estão sob revisão para que situações como essa não voltem a acontecer.
 

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
× Fale conosco?