CidadesPolítica

Prefeito de Santana do Paraíso decide por não receber o salário da prefeitura

Bruno Morato, que é delegado, preferiu continuar recebendo os vencimentos pelo estado.

O prefeito de Santana do Paraíso, Bruno Morato, renunciou ao seu salário da prefeitura. A decisão foi publicada no Diário Oficial do Estado de Minas Gerais. Ele, que é delegado, teve a opção de escolher receber seus vencimentos pela prefeitura ou pelo estado.

Essa opção é garantida pelo Inciso II, do artigo 38 da Constituição Federal. Pela decisão, a Polícia Civil concedeu o afastamento do delegado e ele continuará recebendo o salário pago pelo estado.

“Para o estado, essa despesa é irrelevante, mas para o município ela faz uma grande diferença, ainda mais para um município que passa por uma limitação financeira como o nosso”, ressaltou o prefeito.

Segundo o Portal da Transparência do município, o salário de prefeito, sem os descontos, é de R$ 14.090,94. Já o de delegado, também sem os descontos, é de R$ 15.751,98.

Por G1 Vales de Minas Gerais — Santana do Paraíso

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
× Fale conosco?