CidadesTeófilo OtoniTransitoUltimas horas

Posto da Polícia Militar Rodoviária está há mais de um ano desativado na MG 418, em T. Otoni

TEÓFILO OTONI – O posto policial da Polícia Militar Rodoviária, localizado há cerca de 10 quilômetros da zona urbana da cidade, está desativado há mais de um ano.O posto era a principal porta de fiscalização da MGT 418, rodovia federal cedida à administração do estado de Minas Gerais. Responsável por ligar a BR 116 até o mar, a Estrada do Boi (tem esse nome porque era muito utilizada, no passado, para o transporte de gado no Vale do Mucuri) termina sua rota em Caravelas, no litoral baiano. Em Posto da Mata, distrito de Mucuri-BA, a 418 encontra ainda a BR 101, uma das maiores do país.Alguns policiais contatados pelo jornal disseram que o posto tem posicionamento estratégico, visto que é o principal ponto de fiscalização policial em uma tríplice divisa de estados (Minas, Bahia e o Espírito Santo). O posto de Nanuque também está abandonado (e é possível chegar ao ES antes, via Nanuque sentido a Montanha-ES).Além do trânsito de cargas vindas do Rio de Janeiro e Minas Gerais, além de veículos, a 418 tem grande tráfego de passageiros, principalmente para os litorais sul da Bahia (um dos mais frequentados do país) e Norte capixaba.O motivo aparente para o fechamento do posto da PVR é o corte da energia elétrica. Antes, segundo informado pelas fontes ao jornal, havia uma ligação improvisada que trazia a luz de um frigorífico que funcionava no local no passado. Como este fechou a luz foi interrompida e o posto fechado.“Não havia rede de esgoto, uma fossa e um poço artesiano sem outorga dos órgãos ambientais. Lá não tinha água potável para os militares, tínhamos de comprar mineral. Enfim, também não havia estrutura para manter alguém la”, confidenciou uma fonte ao Diário.

Fonte: Jornal Diário Teófilo Otoni

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
× Fale conosco?