CidadesPandemiaPoliciaSaúdeUltimas horas

PF investiga fraude na compra de equipamentos médicos em Coronel Fabriciano

São apuradas irregularidades nos contratos com a prefeitura de Coronel Fabriciano com superfaturamento de valores e possível conluio entre empresas que participaram das cotações dos serviços

A Polícia Federal (PF) deflagrou, nesta quinta-feira (15), uma operação contra fraude na aquisição de equipamentos médicos pela prefeitura de Coronel Fabriciano, na região do Vale do Aço. Os prejuízos estimados aos cofres públicos são de R$ 414 mil. 

As investigações, segundo a Polícia Federal, são realizadas com o apoio da Controladoria Geral da União (CGU). São apuradas irregularidades nos contratos com a prefeitura de Coronel Fabriciano com superfaturamento de  valores e possível concluio entre empresas que participaram das cotações dos serviços.

“A primeira fase da Operação Vácuo, deflagrada em novembro de 2020, identificou que a principal investigada teria vendido dois ventiladores pulmonares e alugado outros 10 à citada prefeitura, sendo que o preço de seis meses de aluguel do equipamento supera seu valor de compra.  O aprofundamento das investigações trouxe indícios do envolvimento de pessoas físicas, relacionadas à Secretaria de Saúde de Coronel Fabriciano nas fraudes, havendo fortes indícios de recebimento de propinas para celebração dos contratos superfaturados.

A Polícia representou por dois mandados de busca e apreensão e pela quebra de sigilo bancário de pessoas físicas e jurídicas que podem ter relação com as investigações. Os suspeitos são investigados pela prática de crimes relacionados a fraude das licitações, superfaturamento e peculato. Se forem condenados podem pegar até 10 anos de prisão. 

O nome da operação remete ao fato de os investigados terem aproveitado o vácuo criado pelo abrandamento das normas para licitações no período de pandemia para obter vantagens nas licitações.

Por nota a prefeitura da cidade informou que “teve ciência da visita de agentes da Polícia Federal ocorrida na manhã desta quinta-feira, 15, com objetivo de buscar elementos para esclarecimentos em relação à investigação em andamento pelo órgão. O município reitera que está – e continuará – contribuindo com as investigações no sentido de prestar todas as informações para elucidar os fatos. A atual gestão da Prefeitura reforça o seu compromisso em cumprir a lei e defender o interesse público”. 

Por NATÁLIA OLIVEIRA | SIGA PELO TWITTER @OTEMPO

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
×

Powered by WhatsApp Chat

× Fale conosco?