BrasilEconomiaUltimas horas

Número de brasileiros em insegurança alimentar grave quase quadriplicou, diz ONU

Cerca de 61,3 milhões de brasileiros sofreram algum grau de insegurança alimentar entre 2019 e 2021

Cerca de 61,3 milhões de brasileiros sofreram algum grau de insegurança alimentar entre 2019 e 2021, informou relatório de Alimentação e Agricultura (FAO) da Organização das Nações Unidas (ONU).

O período registrou 15,4 milhões em insegurança alimentar grave. Documento foi divulgado nesta quarta-feira (6). A população estimada no país pela entidade é de 213,3 milhões de pessoas. 

Em relação ao período analisado no último relatório, entre 2014 e 2016, a parcela dos brasileiros que foi exposta à insegurança alimentar quase dobrou, partindo de 37,5 milhões.

A maior gravidade da condição está quase quatro vezes maior ante o resultado anterior, quando 3,9 milhões foram catalogados. O texto afirma que o combate à fome “não foi priorizado no Brasil”. 

A ONU define como insegurança alimentar a certeza que os indivíduos têm sobre a “capacidade de conseguir comida”. Os níveis são de leve a grave, sendo que o pior cenário indica a quantidade de pessoas que chegaram a não comer por um dia ou mais no país

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
× Fale conosco?