CidadesPoliciaUltimas horas

Norte de Minas :Operação Aliança resulta em 9 prisões e apreensão de 4 adolescentes

Com o objetivo de reprimir crimes de homicídio e tráfico de drogas, na região Norte do estado, a Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) realizou, nesta terça-feira (23/3), a operação Aliança. Na ocasião, foram cumpridos 39 mandados de busca e apreensão, e nove de prisão.

Quatro adolescentes também foram apreendidos, sendo dois em razão de mandados de internação e os outros dois, em decorrência de flagrante. Um homem também foi autuado em flagrante por porte de arma. No curso dos trabalhos policiais, foram arrecadados duas armas, celulares, dinheiro e drogas.

A ação, coordenada pelo 11º Departamento de Polícia Civil em Montes Claros, envolveu a cooperação das delegacias regionais em Montes Claros, Januária, Janaúba e Taiobeiras. Os mandados foram cumpridos nos municípios de Montes Claros, Bocaiúva, Januária, Brasília de Minas, Icaraí de Minas, São Francisco, Janaúba, Taiobeiras, Rio Pardo de Minas, São João do Paraiso e Salinas.

Combate à criminalidade

As investigações que resultaram na operação Aliança iniciaram há dois meses, em razão de crimes violentos ocorridos no Norte de Minas. Os suspeitos são investigados por homicídios consumados e tentados, tráfico de drogas e porte de arma.

De acordo com o delegado Jurandir Rodrigues, o nome da operação é uma confirmação do pacto estabelecido entre a Polícia Civil e a sociedade no enfrentamento da criminalidade nos 77 municípios que compõem o 11º Departamento.

Para os delegados regionais em Montes Claros, Januária, Janaúba e Taiobeiras, essa operação comprova que, mesmo em época de pandemia, a PCMG permanece com o compromisso de garantir a repressão os crimes violentos ocorridos na região.

Os presos foram conduzidos para o sistema prisional, onde estão à disposição da Justiça. Dois adolescentes serão encaminhados ao centro de internação e os outros dois, apresentados ao Ministério Público. As diligências continuam a fim de localizar e prender outros suspeitos que não foram localizados.

Participaram da operação 98 policiais civis, sob a coordenação geral do delegado Jurandir Rodrigues César Filho, chefe do 11º Departamento de Polícia Civil, e supervisões regionais por parte dos delegados Herivelton Ruas Santana, Lujan Pinheiro, Márcia Meira e Gildeilson Almeida.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
×

Powered by WhatsApp Chat

× Fale conosco?