SaúdeTeófilo OtoniUltimas horas

No Dia do Enfermeiro, profissionais da área fazem manifestação em T.Otoni pedindo melhores condições de trabalho

Na data em que se comemora o Dia da Enfermagem e do Enfermeiro um grupo de cerca de 200 profissionais da área de Teófilo Otoni fez uma marcha reivindicando melhores condições de trabalho.

Em silêncio, trajando jaleco e máscara, eles percorreram as ruas centrais da cidade na manhã desta quarta-feira(12), com faixas e cartazes. Em uma delas a frase: “A enfermagem não quer aplausos , quer piso salarial e 30 horas já.” 

A categoria defende a aprovação de um projeto de lei que tramita no Congresso e que limita  a jornada de trabalho semanal, além de fixar um piso salarial mínimo para a profissão.  

Segundo o coordenado do movimento, Jorge Guedes, o objetivo do ato é chamar a atenção da população e dos líderes políticos para a atual situação da classe. “Aproveitamos o dia 12, Dia do Enfermeiro, e fazemos hoje uma marcha em prol de uma valorização, de um respeito, coisa que não temos desde que foi criada a Constituição Nacional. A gente não tem um piso salarial, regulamentação de horas trabalhadas. E é isso que a gente está em busca,” afirmou. Em casa, se recuperando da covid-19, ele pediu: “o que a gente quer é só respeito e valorização para nossa classe, a gente só tá pedindo que a nação olhe por nós como temos olhado para a nação nesses tempos difíceis que estamos passando de covid.”

Jorge lembrou que  a enfermagem é hoje é a maior classe trabalhadora da saúde no país , com um milhão e 600 mil profissionais e que não é valorizada. “Temos orgulho de dizer que a gente é enfermeiro, que estamos para ajudar as pessoas, que a gente está para salvar vidas e levar a saúde, esse orgulho a gente tem, mas não temos recursos, valorização.Todas as outras classes trabalhadoras têm,” ressaltou Jorge.

De acordo com o coordenador , o ato busca sensibilizar a sociedade e os parlamentares para a aprovação do PL 2564/20, de autoria do senador Fabiano Contarato, o texto estabelece um piso salarial nacional a enfermeiros técnicos e auxiliares de enfermagem.

Fonte: Rádio Teófilo Otoni- 91.1 FM

Profissionais de enfermagem em ato no Centro da cidade.(Foto:FAntoni Pesso/RTO 91 FM)
Profissionais de Saúde da UPA foram até a porta da unidade e com cartazes se solidarizaram com os colegas durante a marcha.(Foto:Fantoni Pesso RTO 91 FM)
Profissionais de Saúde da UPA foram até a porta da unidade e com cartazes se solidarizaram com os colegas durante a marcha.(Foto:Fantoni Pesso RTO 91 FM)

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
×

Powered by WhatsApp Chat

× Fale conosco?