EconomiaUltimas horas

MPF mantém realização de “mutirão” para análise de benefícios para idosos e pessoas com deficiência

A Justiça Federal manteve decisão na qual determina ao INSS flexibilizar critérios e analisar com celeridade requisitos de concessão do Benefício de Prestação Continuada (BPC), destinado a idosos e pessoas com deficiência em situação de miserabilidade.

A autarquia previdenciária recorreu da decisão por considerar que havia omissão na liminar concedida pela 5ª Vara Federal de Duque de Caxias (RJ) para que, em 60 dias, o INSS realizasse um mutirão na Baixada Fluminense para a concessão dos BPC requeridos até a data de 3 de setembro.

TCU avalia efeitos da pandemia na Previdência Social

Prorrogado prazo de inscrição no Cadastro Único para beneficiários do BPC

Ao analisar os embargos de declaração, a juíza Federal Maria de Lourdes Coutinho Tavares esclareceu os pontos questionados pelo INSS e manteve o caráter de urgência. Ao esclarecer sobre os pedidos sem laudos e declarações, a magistrada determinou que os requerentes sejam intimados para apresentação do documento.

Fonte: Brasil 61

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
× Fale conosco?