CidadesPoliciaUltimas horas

Menino de três anos morto a tiros no Norte de Minas era filho único: ‘nunca pensei que fosse morrer de bala perdida’, revela tia

Criança estava brincando quando foi baleada; homens envolvidos no tiroteio já tinham rixa antiga, diz PM

Maciel foi morto enquanto brincava na porta de casa

O corpo da criança, de três anos, que morreu baleada enquanto brincava na porta de casa, está sendo velado desde a noite desse domingo (26) na comunidade de Várzea Bonita, zona rural de Januária, no Norte de Minas.

O menino, identificado como Maciel Gonçalves dos Santos, era filho único de um trabalhador rural e de uma dona de casa. O casal, que conta com o Auxílio Brasil (pago pelo governo federal), teve dificuldades para pagar o velório e o sepultamento.

Antes do nascimento de Maciel, a mãe da criança entrou em depressão após perder o primeiro filho pouco depois do trabalho de parto. Os pais estão muito abalados.

O garoto foi socorrido às pressas para a cidade de Chapada Gaúcha, mas já chegou sem vida.

Rosinalva, tia da criança, conta como os familiares estão se sentindo.

“A gente nunca pensou que alguém da família fosse morrer a tiro, de bala perdida. Ninguém nunca pensou que isso podia acontecer. A mãe e o pai estão desesperados, os avós nem se fala. A gente criou, cresceu todo mundo junto”, concluiu.

Mais detalhes sobre o caso

Além da criança, morreram também dois homens, de 32 e 36 anos. Os corpos deles serão sepultados nesta segunda-feira (27).

O Tenente Blair Mendes Pereira Júnior, do 30° Batalhão da Polícia Militar (PM), detalhou a ocorrência.

“Dois homens, um de 20 e um de 32 anos, já com histórico de atrito com outro homem, de 36, se desentenderam, sendo que o de 32, armado com uma faca, tentou agredir o de 36. Porém, este, na porta da sua casa, armado com uma espingarda e com um revólver, desferiu dois tiros. Um deles atingiu o tórax do homem de 32 anos. O outro tiro atingiu a cabeça da criança, que estava próxima ao local”, revelou.

“Esse homem, mesmo baleado no tórax, de posse de uma faca, ainda conseguiu atacar o de 36, dando várias facadas nele, deixando a faca cravada nas costas. Depois, ele caiu no meio da estrada, vindo a falecer. O de 36 também faleceu dentro da casa. O de 20 fugiu do local, levando as duas armas de fogo”, concluiu.

O foragido se escondeu em uma casa de parentes na região, mas foi preso por militares após a confissão do crime. 

Duas armas de fogo e três facas foram apreendidas.

A motivação do crime, conforme a PM, seria por conta de uma antiga disputa envolvendo animais.

Por Com informações de Osmar Macedo, 27/12/2021 às 11:05
atualizado em: 27/12/2021 às 11:15

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo
×

Powered by WhatsApp Chat

× Fale conosco?