CidadesPoliciaUltimas horas

Machacalis : mãe morre após saber que filho foi preso por homicídio

Um jovem de 21 anos foi morto por um grupo de seis pessoas em Machacalis. Um rapaz foi preso, confessou e entregou o nome dos comparsas; mãe dele morreu ao saber da prisão, outro filho dela também é suspeito de participar do crime.

Um jovem de 21 anos foi morto a tiros por um grupo de seis pessoas na noite desta terça-feira (13), em Machacalis (MG). Segundo a Polícia Militar, Vítor Vagner Santos Araújo foi morto por vingança. Um suspeito foi preso e a mãe dele, ao tomar conhecimento da prisão, sofreu um infarto e faleceu.

A PM recebeu denúncias de que havia ocorrido vários tiros na rua Exupério Pereira. Ao chegar no local, os policiais encontram a vítima já sem vida. O corpo foi periciado e encaminhado ao Instituto Médico Legal de Teófilo Otoni (MG).

Uma testemunha contou aos militares que Vítor estava preparando jantar quando teve a casa invadida por vários suspeitos, que começaram atirar. O rapaz tentou fugir, mas foi alcançado e acabou atingido por mais disparos.

A PM informou que diversas marcas de tiros foram encontradas nas paredes e no alto da casa.

Durante os levantamentos foi localizado um dos suspeitos, de 18 anos. Ele tentou fugir ao ver os policiais, mas foi alcançado e preso.

Com ele foi apreendida uma arma de fogo, munições, 20 pinos de cocaína e dinheiro. Já na casa dele foram encontrados mais entorpecentes, sendo crack, cocaína e maconha.

O rapaz confessou participação no assassinato e delatou os outros envolvidos. Ele disse que o crime foi planejado para vingar outro homicídio, ocorrido no dia anterior em Águas Formosas (MG), cuja vítima era irmão de um dos atiradores.

Durante a ocorrência, os policiais receberam a informação de que a mãe do jovem detido, Eliana Arcanjo Assis, teve um infarto ao saber da prisão do filho. Ela foi socorrida para hospital, mas não resistiu e faleceu. Outro filho dela, de 14 anos, também é suspeito de participar do crime.

A Polícia Militar continua as buscas pelos demais suspeitos. Um deles foi preso em decorrência de mandado em Belo Horizonte (MG) no dia 31 de julho deste ano, e solto no dia 12 de agosto.

O crime será investigado pela Polícia Civil.

Por G1 Vales de Minas Gerais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
× Fale conosco?