CidadesEconomiaUltimas horas

Governador Valadares e mais 50 cidades da região retornarão para a onda vermelha e apenas serviços essenciais poderão funcionar

Decisão foi tomada nesta quarta-feira (18) durante deliberação do Comitê Extraordinário Covid-19. Medida começa a valer a partir de sábado (21)

Governador Valadares e mais 50 cidades da região deverão voltar para a onda vermelha do programa Minas Consciente a partir de sábado (21).

Veja a lista das cidades que retornarão para a onda vermelha

A decisão foi tomada durante deliberação do Comitê extraordinário Covid-19, nesta quarta-feira (18), que constatou o aumento de 11% da incidência da Covid-19 nos últimos 14 dias no estado.

Sendo assim, somente os serviços essenciais, como supermercados e farmácias, estão autorizados a funcionar. Já a região do Vale do Aço, permanece na onda amarela.

Covid-19 em Governador Valadares

Segundo o boletim divulgado pela prefeitura nesta quarta-feira, o município tem 9.481 casos confirmados, sendo 328 mortes. Do total, 8.903 pessoas se curaram da doença.

Só nos primeiros 18 dias de novembro, o município confirmou 797 novos casos e 24 mortes. Se comparado ao mesmo período de outubro, houve um aumento de mais de 7% no número de confirmações.

Onda vermelha

A onda vermelha do Minas Consciente é a mais restritiva do programa. Ela permite somente o funcionamento dos serviços considerados essenciais.

Veja o que pode funcionar:

– Supermercados, padarias, restaurantes, lanchonetes, lojas de conveniência;

– Bares (somente para delivery ou retirada no balcão);

– Açougues, peixarias, hortifrutigranjeiros;

– Serviços de ambulantes de alimentação;

– Farmácias, drogarias, lojas de cosméticos, lavanderias, pet shop;

– Bancos, casas lotéricas, cooperativas de crédito;

– Vigilância e segurança privada;

– Serviços de reparo e manutenção;

– Lojas de informática e aparelhos de comunicação;

– Hotéis, motéis, campings, alojamentos e pensões;

– Construção civil e obras de infraestrutura;

– Comércio de veículos, peças e acessórios automotores.

Por G1 Vales de Minas Gerais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
× Fale conosco?