EsporteUltimas horas

Diego Armando Maradona morre na Argentina aos 60 anos de idade

Craque argentino sofreu um mal súbito em sua residência nesta manhã de quarta-feira

O ídolo do futebol argentino Diego Armando Maradona morreu nesta quarta-feira em Buenos Aires. A informação é do jornal Clarín. Aos 60 anos, ele atuava ultimamente como técnico do Gimnasia La Plata e lutava contra uma série de problemas de saúde. Maradona morreu depois de sofrer parada cardiorrespiratória, de acordo com o jornal argentino.

Maradona havia deixado o hospital há duas semanas após ser internado para tratar um hematoma no cérebro. Depois disso, o ex-camisa 10 da Argentina foi levado para casa, na cidade de Tigre, região metropolitana de Buenos Aires, para terminar a recuperação. A recomendação médica é que Maradona cuidasse principalmente da dependência química de remédios e de álcool.

Segundo veículos da imprensa argentina, Maradona estava em casa quando se sentiu mal. Familiares e funcionários até chamaram ambulâncias para socorrê-lo, mas ele faleceu antes mesmo da chegada dos veículos de emergência.

Ao longo da vida ele sofreu com vários problemas com a saúde por causa, em grande parte, de seu vício em drogas, especialmente cocaína. Após sua aposentadoria, Maradona ficou à beira da morte em 2000 e 2004. Embora tenha parado de usar drogas, segundo informações médicas, ele o fez à custa do tratamento com várias drogas psicoativas que continuava a tomar constantemente.

Maradona jogou futebol de 1977 a 1994. A sua maior atuação foi na Copa do Mundo de 1986, onde muitos especialistas em futebol acreditam ser o maior desempenho de um jogador de futebol em uma Copa do Mundo.

Por Da Redação

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
× Fale conosco?