BrasilPolíticaUltimas horas

Deputado estadual Coronel Sandro de Minas vai entrar com habeas corpus pedindo a soltura de Daniel Silveira

Daniel foi preso por fazer referência ao AI-5 e por defender a destituição de ministros do STF

O deputado estadual de Minas Coronel Sandro (PSL) vai entrar com habeas corpus pedindo a soltura do deputado federal Daniel Silveira do mesmo partido e que também é bolsonarista. O parlamentar, ex-policial militar, ficou no centro de uma polêmica, quando ainda era candidato e exibiu, ao lado do ex-governador Wilson Witzel, uma placa quebrada com o nome da vereadora Marielle Franco (PSOL), assassinada no Rio de Janeiro. 

Nessa quarta-feira (17) Daniel foi preso em flagrante, por ordem do Supremo Tribunal Federal (STF), apontado por fazer um vídeo em que fazia referência ao AI5, ato institucional usado na ditadura militar, e defender a destituição de ministros do STF. 

Segundo Coronel Sandra, a prisão é ilegal e ele espera que a Câmara Federal revogue o ato, mas, caso não ocorra, o pedido será feito também pelo habeas corpus do deputado federal mineiro.

“A prisão do deputado Daniel Silveira para mim foi um atropelo institucional praticado pelo Supremo. Ninguém pode ser preso por crime de opinião, mesmo que esse opinião e essa crítica possa conter ofensas e até difamação. Existem outros remédios jurídicos para quem se sentir atingido por uma crítica ou por palavras”.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
×

Powered by WhatsApp Chat

× Fale conosco?