EsporteUltimas horas

Cruzeiro volta a jogar mal, perde para Avaí no Mineirão e segue perto do Z4 da Série B

Para se ter uma noção da “tragédia”, foi a 1ª derrota da Raposa no Gigante da Pampulha para os catarinenses na história

Mais uma vez, o Cruzeiro teve uma péssima atuação na temporada e perdeu para o Avaí por 1 a 0, nesta sexta-feira, no Mineirão, pela 11ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. Para se ter uma noção da “tragédia”, foi a primeira derrota da Raposa no Gigante da Pampulha para os catarinenses na história.

Assim como na derrota para o CSA, na rodada passada, em Maceió, o Cruzeiro foi um time “sem alma” em campo e errando praticamente tudo o que tentava. O castigo veio aos 33 minutos do segundo tempo, quando Pedro Castro marcou o gol da vitória do Avaí.

O resultado manteve o Cruzeiro perto da zona de rebaixamento da Série B. Com oito pontos em 11 jogos, o time celeste é o 15º colocado. A Raposa tem a mesma pontuação do Botafogo-SP, que ocupa a 17ª posição e abre o Z4. Mas o time celeste tem três jogos a mais que o Sampaio Corrêa (18º, com sete pontos), duas partidas a mais que o CSA (19º, com sete) e uma a mais que Guarani (16º, com oito) e Oeste (lanterna, com seis).

Já o Avaí, que não vencia há quatro partidas (três derrotas e um empate) e estava em crise, após ser goleado pelo Sampaio Corrêa por 5 a 2, na rodada passada, subiu para o 11º lugar, com 13 pontos.

Na próxima rodada, o Cruzeiro segue atuando no Mineirão e enfrentará a Ponte Preta, quarta-feira (30), às 19h15. Já o Avaí faz o clássico de Santa Catarina contra o Figueirense, na terça (29), às 19h15, na Ressacada.

O jogo

Em um primeiro tempo ruim, o Cruzeiro não criou quase nada para sair na frente no placar nos 45 minutos iniciais. Limitado tecnicamente, o Avaí dava espaços na defesa, mas a Raposa falhava no último passe para finalizar as jogadas, assim como já aconteceu em outros jogos. A melhor chance da equipe celeste foi em uma cabeçada de Cacá que iria no canto e o goleiro espalmou para fora.

Apesar da pressão inicial, quando chegou algumas vezes no gol defendido por Lucas Frigeri, o time celeste foi “murchando” em campo aos poucos e viu o Avaí ganhar confiança para sair da defesa e subir ao ataque.

Acionando muito mais Airton, que buscava mais o jogo, do que Arthur Caíke, bem discreto em campo, o Cruzeiro tentava atacar mais pelo lado direito. Pelo meio, o time nada produzia. Maurício estava apagado, enquanto Filipe Machado, atuando mais adiantado, arriscava alguns chutes de longe, mas sem perigo.

Na etapa final, o técnico Ney Franco fez as alterações tentando mudar o panorama do Cruzeiro na partida, mas o time não respondeu em campo. Com a mesma apatia do primeiro tempo, a Raposa não conseguia criar jogadas de perigo.

O castigo veio aos 33 minutos do segundo tempo. Getúlio recebeu pela esquerda, iludiu Cacá e cruzou para Pedro Castro, que apareceu livre atrás dos defensores do Cruzeiro e cabeceou no canto de Fábio.

Nos minutos finais, o Cruzeiro tentou pressionar, mas o goleiro Lucas Frigeri salvou o Avaí em um chute de Régis. Assim, a Raposa amargou mais um resultado ruim na Série B e vai tornando o sonho do acesso em um pesadelo.

Cruzeiro 0 x 1 Avaí

Cruzeiro: Fábio; Daniel Guedes (Rafael Luiz), Manoel, Cacá e Matheus Pereira; Filipe Machado, Ariel Cabral (Ramon) e Maurício (Marquinhos Gabriel); Arthur Caíke (Thiago), Airton (Régis) e Marcelo Moreno. Técnico: Ney Franco

Avaí: Lucas Frigeri; Felipe (Arnaldo), Rafael Pereira (Kunde), Airton e Capa; Ralf, Jean Martim, Pedro Castro e Renatinho (Valdívia); Rildo (Vinícius Jaú) e Gastón Rodríguez (Getúlio). Técnico: Geninho

Motivo: 11ª rodada – Campeonato Brasileiro Série B
Data: 25 de setembro de 2020, sexta-feira, às 21h30
Local: Mineirão, em Belo Horizonte (MG)

Gol: Pedro Castro (33’/2º)

Cartão Amarelo: Daniel Guedes, Cacá, Ariel Cabral, Matheus Pereira (Cruzeiro); Renatinho, Kunde (Avaí)

Árbitro: Alexandre Vargas Tavares de Jesus (RJ)
Auxiliares: Thiago Rosa de Oliveira (RJ) e Daniel do Espírito Santo Parro (RJ)

Por Fábio Rocha,

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
× Fale conosco?