EsporteUltimas horas

Cruzeiro joga mal de novo, perde para Sampaio Corrêa e se afunda no Z4 da Série B

Em uma atuação terrível, Raposa não mostra perspectiva de reação na competição

O momento do Cruzeiro é desolador para o torcedor. Em mais uma atuação abaixo da crítica, o time teve uma péssima atuação no Mineirão e perdeu para o Sampaio Corrêa por 2 a 1, na noite desta quinta-feira, pela 14ª rodada da Série B, e se afundou na zona de rebaixamento para a Terceira Divisão.

Lento em campo, o time celeste saiu atrás logo aos 12 minutos do primeiro tempo. Roney recebeu livre de marcação pelo lado direito da Raposa e bateu na saída de Fábio, que completava 900 jogos com a camisa celeste. 

Mesmo não jogando bem, o Cruzeiro conseguiu chegar ao empate no fim do primeiro tempo com Manoel, em jogada de bola parada.

Mas sem demonstrar nenhuma reação na partida, o Cruzeiro assistiu ao Sampaio Corrêa marcar o segundo gol com Caio Dantas, aos 13 minutos do segundo tempo.

Com mais uma derrota, agora para um rival direto da zona de rebaixamento, o Cruzeiro se afundou no Z4, na 18ª posição, com apenas 11 pontos em 14 jogos. Já o Sampaio Corrêa subiu para a 15ª posição, com 14 pontos.

Na próxima rodada, o Cruzeiro terá a oportunidade de vencer, já que terá pela frente o Oeste, lanterna da Série B. O duelo será disputado no domingo, às 16h, na Arena Barueri.

O jogo

O Cruzeiro começou a partida tentando pressionar a saída de bola do Sampaio Corrêa. Contudo, o time celeste dava espaço para os visitantes que encontravam muita facilidade em atacar. Em uma cabeçada de André Luiz, o goleiro Fábio salvou a Raposa de já ser vazada. Mas o jogador da equipe maranhense foi flagrado em impedimento.

Muito lento em campo, o Cruzeiro assistia ao Sampaio Corrêa trocar passes e avançar em direção ao gol de Fábio. Até que, aos 12 minutos, Luis Gustavo achou Roney livre de marcação nas costas de Daniel Guedes. O atacante invadiu a área e bateu na saída do camisa 1 celeste.

Apático, o Cruzeiro não concatenava nenhuma jogada. Os zagueiros trocavam passes no campo defensivo e os volantes não encostavam para iniciar a transição ofensiva. Nem mesmo com um presente do Sampaio Corrêa, que saiu jogando errado, o time celeste conseguiu aproveitar. Joécio errou o recuo para o goleiro, a bola sobrou para Arthur Caíke que cruzou para Sassá, mas o atacante chutou por cima do gol.

A lentidão do Cruzeiro era irritante. E o time ainda contava com os erros do Sampaio Corrêa em contra-atacar. Pimentinha recebeu livre no meio-campo, avançou sem ninguém pela frente, mas, na hora de cruzar, errou o passe final para Vinícius Kiss que aparecia na área.

Mesmo jogando muito mal, o Cruzeiro conseguiu chegar ao empate aos 39 minutos da etapa inicial em jogada de bola parada. Após falta cobrada para a área, Manoel subiu no terceiro andar e cabeceou encobrindo o goleiro.

Para o segundo tempo, o técnico Ney Franco sacou Arthur Caike e Régis para colocar Thiago e Maurício, respectivamente. Assim, Sassá foi deslocado para atuar pela ponta esquerda e Machado foi adiantado para articular as jogadas com Maurício.

As mudanças táticas e de peças, no entanto, não surtiram efeito e o Cruzeiro continuou encontrando muitas dificuldades para furar a defesa adversária.

Além de não criar no ataque, o Cruzeiro seguia dando total liberdade para o Sampaio Corrêa avançar quando tinha a bola. E o time maranhense acabou chegando ao segundo gol. Pimentinha carregou pelo lado esquerdo da defesa celeste sem qualquer interceptação dos jogadores da Raposa e rolou para a entrada da área para Caio Dantas, que dominou com o pé esquerdo e finalizou com o pé direito no canto de Fábio.

Além de jogar mal, o Cruzeiro ainda desperdiçou uma ótima chance para empatar o jogo nos minutos finais. Aos 39, Sassá invadiu a área e cruzou rasteiro para trás. O goleiro conseguiu dar um leve desvio com a ponta dos dedos, mas a bola sobrou para Thiago, de frente para o gol aberto, mas o atacante celeste conseguiu chutar em cima de um jogador do Sampaio Corrêa que estava no chão.

Nos acréscimos, Thiago perdeu outra boa oportunidade para empatar para o Cruzeiro ao cabecear para fora, após receber cruzamento na medida.

Cruzeiro 1 x 2 Sampaio Corrêa

Cruzeiro: Fábio; Daniel Guedes, Manoel, Ramon e Giovanni (Rafael Luiz); Henrique (Jadsom Silva), Filipe Machado (Claudinho), Régis (Maurício); Arthur Caíke (Thiago), Airton e Sassá. Técnico: Ney Franco

Sampaio Corrêa: Gustavo; Luís Gustavo, Joécio, Daniel Felipe e João Victor; André Luís, Vinícius Kiss e Marcinho (Eloir); Roney (Diego Tavares), Pimentinha (Robson) e Caio Dantas (Jackson). Técnico: Léo Condé

Motivo: 14ª rodada – Campeonato Brasileiro Série B
Data: 08 de outubro de 2020, quinta-feira, às 18h30
Local: Mineirão, em Belo Horizonte (MG)

Gols: Roney (12’/1º), Manoel (39’/1º), Caio Dantas (13’/2º)

Cartão Amarelo: Daniel Guedes, Henrique, Maurício (Cruzeiro); Roney, Gustavo, Luís Gustavo (Sampaio Corrêa)

Árbitro: Gilberto Rodrigues Castro Júnior (PE)
Auxiliares: Clóvis Amaral da Silva (PE) e Ricardo Bezerra Chianca (PE)

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
× Fale conosco?