EsporteUltimas horas

América vence Barcelona-EQU nos pênaltis, faz história de novo e está na fase de grupos da Libertadores

Goleiro Jailson foi o grande destaque ao fazer grandes intervenções durante os 90 minutos e defender uma cobrança nas penalidades

Mais uma vez, o América fez história e está na fase de grupos da Copa Libertadores. Em uma partida bastante disputada em Guayaquil, na noite desta terça-feira, o Coelho segurou o empate por 0 a 0 com o Barcelona-EQU no tempo normal. Como houve empate sem gols no Independência no jogo de ida, a partida foi para os pênaltis e a equipe alviverde levou a melhor ao vencer por 5 a 4, no estádio Monumental Isidro Romero.  

O goleiro Jailson foi o grande destaque da partida ao fazer grandes defesas durante os 90 minutos e evitando que o América deixasse o Equador eliminado. Nas penalidades, brilhou novamente ao pegar uma cobrança do Barcelona. O Coelho acertou todas as batidas. 

Com a classificação, o América disputará a fase de grupos da Libertadores pela primeira vez na sua história. O sorteio será realizado pela Conmebol no dia 25 de março, a partir de 12h (horário de Brasília), na sede da entidade, no Paraguai. Além disso, o clube ainda assegurou mais 3 milhões de dólares de premiação (cerca de R$ 15 milhões) pela participação na próxima fase do torneio. 

O jogo

Após uma pressão inicial do Barcelona, em que a equipe equatoriana criou chances para abrir o placar, o América conseguiu se segurar na defesa e equilibrou o duelo. No entanto, o Coelho encontrava dificuldades para encaixar as jogadas no setor ofensivo. 

O time americano começou melhor na etapa final e tentava sair trocando passes desde a defesa. Mas a falta de efetividade complicava o Coelho. Enquanto isso, Jailson salvava lá atrás novamente ao defender uma bomba de Martínez de dentro da área. Três minutos depois, o goleiro se esticou todo para evitar o cruzamento rasteiro em que a bola chegaria limpa para o atacante do Barcelona completar para as redes.

Nos minutos finais, o nervosismo começou a tomar conta do Barcelona e da torcida equatoriana presente no estádio. A equipe se lançou completamente ao ataque e abriu espaços para o América. Em um chutaço de fora da área, Zé Ricardo obrigou o goleiro Burrai a evitar o gol do Coelho com a ponta dos dedos. 

Nas penalidades, o América acertou todas as cobranças e contou com o brilho de Jailson, que defendeu o quarto chute do Barcelona-EQU e colaborou diretamente para a classificação do Coelho. 

BARCELONA-EQU (4) 0 x 0 (5) AMÉRICA 

Barcelona-EQU: Javier Burrai; Byron Castillo, Rodríguez, Sosa e Quiñónez; Leonai Souza (Molina), Piñatares e Erick Castillo (Preciado); Mastriani (Garcés), Martinez e Gabriel Cortez (Damián Díaz). Técnico: Jorge Célico 

América: Jailson; Patric, Maidana, Éder e Marlon. Lucas Kal (Índio Ramírez), Juninho (Juninho Valoura), e Alê (Zé Ricardo); Everaldo (Felipe Azevedo), Wellington Paulista e Pedrinho (Conti). Técnico: Marquinhos Santos  

Motivo: jogo de volta – terceira fase da Copa Libertadores  
Data: terça-feira, 15 de março de 2022, às 21h30  
Local: Estádio Monumental Isidro Romero (Banco Pichincha), em Guayaquil (Equador)  

Cartão Amarelo: Éder, Lucas Kal, Índio Ramírez (América); Preciado, Damián Díaz (Barcelona) 

Árbitro: Patricio Loustau (ARG) 

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
× Fale conosco?