EsporteUltimas horas

América joga mais e vence Cruzeiro no Horto

Joseph, marcou o único gol no Independência e garantiu o triunfo em jogo da quinta rodada do Campeonato Mineiro

Mais organizado, o América foi melhor em campo e venceu o Cruzeiro por 1 a 0, neste domingo, no Independência, pela 5ª rodada do Campeonato Mineiro. Joseph marcou o gol do triunfo americano aos 34 minutos do primeiro tempo. Ele estava impedido no lance, mas a arbitragem não marcou. A Raposa fez mais um jogo sem nenhuma inspiração e mostrou que precisará melhorar muito para voltar à elite do futebol brasileiro, grande objetivo na temporada.

Com o resultado, o Coelho assumiu a vice-liderança do Estadual, com 12 pontos. O Cruzeiro caiu para a sexta colocação, com sete pontos. O ponteiro é o Atlético, com 15. Clique aqui e confira a classificação.

Agora, o futebol será paralisado no estado. O governador Romeu Zema (Novo) garantiu que esta é uma forma de frear o avanço da COVID-19. Até o sábado (20), 21.764 pessoas morreram em decorrência da doença no estado. Quando o futebol retornar, o Cruzeiro enfrentará o Tombense, no Mineirão. Já o América duelará contra o Uberlândia, no Parque do Sabiá.

O técnico Lisca entrou com Bauermann e Gustavinho nas vagas de Messias Ademir, que estão sendo negociados. O Ceará já fez uma proposta ao clube mineiro para contratar o defensor de 26 anos. Segundo apurou o Superesportes, a diretoria alviverde terá uma conversa com o zagueiro nos próximos dias para tentar convencê-lo a permanecer. Não será tarefa fácil para o América, já que a proposta do time cearense eleva consideravelmente os vencimentos do defensor.

Ademir já não havia participado da vitória do Coelho sobre o Treze, por 1 a 0, em Campina Grande. O presidente Alencar da Silveira Júnior classificou a atitude como ‘molecagem’. O atacante se desculpou e voltou a treinar. O atacante está na mira do Palmeiras, que encaminhou na sexta-feira uma proposta ao América. Os valores ainda não agradaram, e o clube mineiro deve escalar o ex-presidente Marcus Salum para conversar diretamente com o mandatário alviverde, Maurício Galiotte.

Já o Cruzeiro entrou sem um armador em campo. Felipe Conceição preferiu escalar dois volantes (Adriano e Jadson), com Alan Rushel improvisado no setor. Claudinho e Marcinho ficaram no banco. A opção não deu certo, e a Raposa foi inferior durante todo o primeiro tempo.

O jogo

A nova formação de Felipe Conceição não funcionou. O time foi lento e não funcionou coletivamente. Sofreu em alguns momentos na defesa e não conseguiu chegar com perigo ao ataque. Nos primeiros 45 minutos, apenas uma finalização celeste – uma cobrança de falta do zagueiro Eduardo Brock, que isolou a bola.

O América mostrou que é um time melhor técnica e coletivamente. Trabalhou a bola com qualidade e chegou ao ataque celeste com mais organização. Foram pelo menos três lances com chances claras de marcar. Em uma delas, Joseph marcou.

Aos 34 minutos, Marcelo Toscano arriscou chute de fora da área, a bola desviou em Ramon e sobrou para Joseph, que finalizou sem chances para o goleiro Fábio: 1 a 0. No lance, o lateral do Coelho estava impedido, mas a arbitragem não assinalou. O comentarista de arbitragem Sálvio Spínola Fagundes confirmou o impedimento durante transmissão da TV Globo.

Para o segundo tempo, Felipe Conceição voltou com o mesmo time, que continuou não rendendo. O América quase ampliou aos 8 minutos, com uma finalização na trave de Marcelo Toscano.  

Aos 10′, o treinador celeste colocou Matheus Barbosa, Marcinho e Bruno José nas vagas de Jadson, Alan Ruschel e Airton. O Cruzeiro melhorou no jogo, conseguiu pressionar o América, mas não conseguiu empatar o jogo. Aos 50′, Léo Passos desperdiçou uma cobrança de pênalti.

AMÉRICA 1 X 0 CRUZEIRO

América
Matheus Cavichioli; Joseph (Diego Ferreira), Bauermann, Anderson e João Paulo; Gustavinho (Leandro Carvalho), Juninho e Alê (Zé Ricardo); Marcelo Toscano (Flávio), Sabino e Rodolfo (Léo Passos)
Técnico: Lisca

Cruzeiro
Fábio; Raúl Cáceres, Ramon, Eduardo Brock e Matheus Pereira; Adriano (Rafael Sobis), Jadson (Matheus Barbosa) e Alan Ruschel (Marcinho); Airton (Bruno José), Felipe Augusto (Pottker) e Marcelo Moreno
Técnico: Felipe Conceição

Gol: Joseph (América), aos 34′ do primeiro tempo
Cartões amarelos: Jadson, Cáceres, Ramon, Matheus Pereira e Alan Ruschel (Cruzeiro)
Cartão vermelho: Matheus Pereira e Eduardo Brock (Cruzeiro)

Data: Domingo, 21 de Março de 2021
Horário: 16h (de Brasília)
Local: Estádio Independência, em Belo Horizonte (MG)
Árbitro:
 Emerson de Almeidas Ferreira
Assistentes: Celso Luiz da Silva e Pablo Almeida da Costa

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo
× Fale conosco?