CidadesPoliciaUltimas horas

Açougueiro é preso após esfaquear bombeiro civil em praça de Araçuai

Açougueiro foi preso em flagrante e levado para a Delegacia Regional de Pedra Azul

O bombeiro, que também é pastor evangélico, fazia desinfecção das vias públicas, quando foi abordado pelo açougueiro que queria que o serviço fosse feito também na casa dele. Ao ser informado que a medida estava restrita às vias públicas, o açougueiro sacou uma faca e agrediu o bombeiro.

Açougueiro é preso após esfaquear bombeiro civil em praça de Araçuai

O bombeiro, que também é pastor evangélico, fazia desinfecção das vias públicas, quando foi abordado pelo açougueiro que queria que o serviço fosse feito também na casa dele. Ao ser informado que a medida estava restrita às vias públicas, o açougueiro sacou uma faca e agrediu o bombeiro.

Açougueiro foi preso em flagrante e levado para a Delegacia Regional de Pedra Azul

Um açougueiro de 48 anos,  foi preso na noite desta terça-feira (27),  após esfaquear um bombeiro civil que fazia trabalhos de pulverização  contra o coronavírus, na praça das Rosas, em Araçuai, no Vale do Jequitinhonha (MG).

O ataque ao bombeiro,   ocorreu a poucos metros do hospital da cidade. Com a faca cravada na região do tórax,  ele foi socorrido por colegas e levado ao hospital, onde passou por uma delicada cirurgia. Ele teve fígado, pulmão e rins atingidos. O estado de saúde dele inspira cuidados.

Motivo fútil

A tentativa de homicídio foi por motivo fútil. O  Sub-Comandante da PM em Araçuai, Tenente Maurício Gabriel,  disse que o autor do ataque se aproximou da equipe que prestava os serviços de borrifação  para a prefeitura,  e se dirigiu ao bombeiro, identificado como Tomé do Carmo Rosa, o Tozinho,  de 48 anos. “ Ele queria que o bombeiro realizasse a desinfecção da casa dele. O Tozinho  respondeu que não poderia atender o pedido porque não estava dentro do protocolo. Inconformado com a resposta, o açougueiro, que estava armado com uma faca,  se irritou e acabou desferindo um golpe contra o bombeiro”, disse o policial.

Após o crime, o açougueiro fugiu do local mas acabou sendo preso por policiais militares, nas imediações da Escola Industrial São José, na Vila Magnólia. Ele não resistiu à prisão. Ainda segundo a PM ele tem  2 passagens por lesões corporais.

Por volta das 21h30m o açougueiro  foi levado para a Delegacia Regional de Polícia de Pedra Azul, onde ficará à disposição da Justiça.

Gazeta de Araçuai

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
× Fale conosco?