EsporteUltimas horas

Com gol aos 52, Galo vence o Sport e garante vaga na fase grupos da Libertadores

Marrony marcou o gol nos minutos finais da partida disputada na Ilha do Retiro

Galo quase foi punido por não ter matado o jogo

O Atlético garantiu vaga no G4 do Brasileirão 2020 ao vencer o Sport por 3 a 2, na tarde deste domingo, na Ilha do Retiro, em duelo da penúltima rodada da competição marcado por gols no fim e expulsões do técnico Jorge Sampaoli e do preparador físico Pablo Fernandez, após pênalti marcado com a ajuda do VAR. Jair, Rafael Thyere (contra) e Marrony, aos 52 do segundo tempo, fizeram os gols do Atlético. Dalberto e Thiago Neves marcaram para o Leão. Foi apenas a sexta vitória do alvinegro como visitante no torneio nacional. 

Com o resultado, o Galo chegou a 65 pontos, na terceira posição, e garantiu a vaga na fase de grupos da Libertados, já que Fluminse e Santos empataram por 1 a 1. Já o Sport se manteve com 42 pontos, sem risco de rebaixamento.

Com Calebe entre os titulares, o Galo fez um bom jogo, especialmente na parte ofensiva, muito em razão do retorno de Keno. Mesmo sem desequilibrar individualmente, ele abriu espaço e deixou o time mais agudo. 

Já o sistema defensivo apresentou os mesmos problemas, passando aperto em praticamente todas as jogadas ofensivas do Sport. Foi um problema crônico que contribuiu para tirar o Galo da luta pelo título nacional.

O jogo 

Bem na criação ofensiva e frágil na defesa. Assim pode ser resumido o primeiro tempo do Atlético contra o Sport. A volta de Keno melhorou a ofensividade do Galo, que abriu o placar com Jair, teve chance de ampliar, mas pecou no arremate final.

O Atlético começou dominando a partida. Logo aos 6 minutos, Jair aproveitou rebote do goleiro Luan Polli em chute de Arana e empurrou para as redes. O Galo ainda teve chances para fazer o segundo com Sasha e Savarino, mas não conseguiu.

Se o ataque estava funcionando, a defesa dava sustos nas poucas vezes que o Sport chegava, problema recorrente do time de Sampaoli no Brasileirão. E foi em uma bobeada geral da defesa alvinegra que o Sport empatou. Junior Tavares cruzou, Dalberto apareceu sozinho e só teve o trabalho de escorar, aos 32 minutos.

A defesa do Galo continuou desorganizada. Aos 35, Marquinhos apareceu livre, mas se embolou com a bola ao invadir a área e Guga cortou.  O Atlético respondeu dois minutos depois: Savarino ganhou lance individual pela direita e rolou para Sasha, que bateu fraco. Foi a melhor chance de gol.

Emoção após os 40

Assim como na etapa inicial, o Galo conseguiu o gol logo no começo do segundo tempo. E novamente com o lateral com participação de Arana. Ele recebeu na intermediária, avançou e chutou rasteiro. A bola desviou e entrou. Gol contra de Rafael Thyere.

O Sport sentiu o baque e quase levou o terceiro em uma falha bizarra do goleiro Luan Polli. Ele afastou mal um recuo e a bola sobrou livre para Keno já dentro da área. No entanto, o atacante atleticano adiantou a bola e Polli se recuperou.

Na frente no placar, o Atlético passou a controlar o jogo, criou chances para matar a partida no contra-ataque, mas não aproveitou. O castigo veio em um lance despretensioso: Marrony colocou a mão no rosto de Patric em disputa de bola dentro da área e, após ser chamado pelo VAR, o árbitro marcou pênalti, provocando a ira do técnico Sampaoli, que invadiu o campo e foi expulso. Na cobrança, Thiago Neves bateu e empatou, aos 41 da etapa final.

O Galo foi para o abafa e conseguiu o gol salvador aos 52 minutos, com Marrony. Ele recebeu a bola pela esquerda, cortou para dentro e chutou forte: 3 a 2. 

Próximos jogos

O Atlético encerra a participação no Brasileiro diante do Palmeiras, na próxima quinta-feira (25), às 21h30, no Mineirão. Já o Sport visitará o Athletico-PR no mesmo dia e horário.

Ficha técnica 

Sport 2 x 3 Atlético

Sport: Luan Polli; Patric, Adryelson, Rafael Thyere, Chico (Ewerton) e Júnior Tavares; Marcão (Luciano Juba), Ronaldo Henrique (Márcio Araújo), Thiago Neves e Marquinhos (Gustavo Oliveira); Dalberto (Pedrão). Técnico: Jair Ventura. 
 
Atlético: Everson; Guga, Réver, Junior Alonso e Guilherme Arana; Allan, Jair (Zaracho) e Calebe (Alan Franco); Savarino, Keno (Marrony) e Eduardo Sasha (Eduardo Vargas). Técnico: Jorge Sampaoli. 

Gols: Sport: Dalberto, aos 32min do 1ºT; Thiago Neves, aos 42min do 2ºT. Atlético: Jair, aos 6min do 1ºT; Rafael Thyere (contra), aos 4min do 2ºT; Marrony, aos 52min do 2ºT. 

Cartões amarelos: Ronaldo Henrique, Marcão, Dalberto, Gustavo Oliveira (Sport); Eduardo Sasha, Jorge Sampaoli, Guilherme Arana, Junior Alonso e Marrony (Atlético). 

Cartão vermelho: Jorge Sampaoli (Atlético). 

Motivo: 37ª rodada do Campeonato Brasileiro

Data e horário: 21 de fevereiro de 2021 (domingo), às 16h

Local: Ilha do Retiro, no Recife

Árbitro: Rodolpho Toski (PR)

Assistentes: Ivan Carlos (PR) e Victor Hugo Imazu (PR) 

VAR: Wagner Reway (PB)

Por Redação

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
× Fale conosco?