CidadesEconomiaPandemiaUltimas horas

Após fim do toque de recolher, Governo de Minas barra venda em balcão dos comércios não essenciais

Supermercados e padarias, por outro lado, terão o horário de funcionamento ampliado até as 22h, para reduzir a circulação de pessoas no horário de pico

Com a decisão, o comércio não essencial só poderá funcionar neste período através do formato deliver

Com o fim do toque de recolher na Onda Roxa do Programa Minas Consciente, o governo determinou novas restrições para tentar barrar a propagação da covid-19 no estado. 

De acordo com o governo do estado, a partir de agora, o consumidor está proibido de retirar qualquer tipo de mercadoria no balcão de estabelecimentos não essenciais, entre às 20h e 5h. Com a decisão, o comércio não essencial só poderá funcionar neste período através do formato delivery. 

Supermercados e padarias, por outro lado, terão o horário de funcionamento ampliado até as 22h, para reduzir a circulação de pessoas no horário de pico. 

Conforme o secretário de Estado de Saúde, o médico Fábio Baccheretti, o objetivo das medidas é evitar aglomerações. “As mudanças não terão impacto na efetividade da onda roxa, porque a restrição de circulação de forma isolada não tem impacto direto. O que realmente queremos é evitar aglomerações. Por isso a decisão de fazer com que serviços não essenciais, principalmente bares, não vendam produtos em balcão para evitar concentração de pessoas na porta”, esclareceu.
 

Por Com Agência Minas

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
× Fale conosco?